Tontura

Nem toda tontura é sinal de Labirintite

Você sabia que nem toda tontura é sinal de labirintite? Tontura, vertigem, náuseas e vômito são sintomas muitas vezes confundidos com labirintite. Porém, nem toda alteração de equilíbrio do corpo pode ser a doença.

E o que é Labirintite?

A Labirintite é a inflamação do labirinto, localizada na estrutura interna do ouvido que auxilia a audição e o equilíbrio do corpo. Não pode ser curada com apenas repouso.
Em caso de sintomas, é importante procurar um otorrinolaringologista para que possa ser diagnosticado. Quando diagnosticado, pouquíssimos casos podem ser considerados incuráveis. O tratamento é feito através de medicamentos, readequação dos hábitos e se estiver incontrolável existe cirurgia para a cura. A tontura pode simplesmente significar outros problemas como: metabólicos, hormonais, cardiovasculares e até psicológicos.

Quando a tontura não é labirintite?

A maioria das pessoas que sente tontura tem alguma doença do labirinto, mas não a labirintite. A tontura deve sempre ser investigada, pois pode ser um indício de alguma doença do labirinto e também indicar a presença de outras enfermidades, como diabetes, pressão alta ou baixa, anemia, problemas vasculares, neurológicos e cardíacos. Quanto mais cedo procurar um especialista, maiores as chances de recuperação.

Leia mais...

Como tratar a tontura?

A tontura é um termo usado para descrever uma variedade de sintomas, como vertigem, desequilíbrio, perturbação da orientação especial e sensação de movimento. Normalmente, ela está associada a alguma alteração no organismo, mas nem sempre indica uma doença grave ou condição perigosa.

O que fazer em casos de tontura?

O tratamento da tontura irá depender diretamente da causa do sintoma. Por conta disso, ao perceber a frequência dos episódios, é necessário marcar um otorrinolaringologista.

A tontura pode ser um sintoma de labirintite ou perda de equilíbrio e para cada diagnóstico há um tratamento adequado. Veja:

 

Labirintite ou vertigem

 

O tratamento da vertigem ou labirintite é feito pelo otorrino, que pode prescrever o uso de medicamentos, além de terapias alternativas. Também recomenda-se evitar o estresse, o consumo de cafeína, cigarro, álcool e drogas. A vertigem também pode ser causada por infecções de ouvido ou doença de Meniére. Nestes casos, é preciso ter um acompanhamento médico.

Perda de equilíbrio

Bastante comum em pessoas idosas, a perda de equilíbrio ocorre por disfunções no ouvido interno. Nesses casos, os tratamentos podem ser variados e práticas mais saudáveis podem ajudar bastante a diminuir a tontura.

Telemedicina já ativo na Otocenter. Entre em contato pelo WhatsApp para agendar uma consulta online.

Leia mais...