Blog

O que é e como evitar o pigarro na garganta?

Pigarro constante é sinal de alerta. Entenda as causas desse incômodo e como evitá-lo.

Todos nós temos aquela sensação de pigarro na garganta, mesmo que seja momentâneo, e às vezes, mesmo limpando a garganta, a sensação não sai. Esse muco acumulado em geral, não é perigoso, pois, na maioria das vezes indica gripe e resfriados, quando há a congestão das vias nasais, e costuma desaparecer junto dessas doenças. Porém, quando o pigarro é constante e não está ligado a esses quadros, pode ser um sinal de condições mais graves.

Ela é formada em outra parte do corpo e acumula naquela região. Pode haver perigo se, ao fazer a solução de água e sal para diluir o muco, você acabar engolindo a mistura. Isso causa desidratação. Deve-se apenas fazer o gargarejo e depois cuspir.

A principal questão quando há o catarro preso na garganta é a definição das doenças que o causam, pois é a partir dela que se consegue fazer o tratamento. Os dois principais diagnósticos podem ser o refluxo gastroesofágico e a síndrome do gotejamento pós-nasal, representada por rinites e sinusites crônicas.

Como evitar o pigarro?

A eliminação do pigarro na garganta pode ser feita de diferentes maneiras, como por exemplo, uma mistura de água com meia colher de chá de sal para gargarejo. Neste caso, a água salgada ajuda a diluir o muco, ficando, assim, mais fácil se livrar dele.

Outras formas de tirar o catarro da garganta são assoar o nariz com regularidade e diminuir a ingestão de produtos lácteos e parar de fumar, pois ambos aumentam a produção de muco.

 

Fonte: Dr Consulta

Compartilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *